Marya Bravo – COMPORTAMENTO GERAL (Canções da Resistência)

Quando se fala de música anti-establishment  traduzido porcamente como: elite social, econômica e política de uma país, grupo de indivíduos com poder e influência em determinada organização ou campo de atividade, atualmente associamos logo ao rap que permanece carregando essa bandeira de revolução e protesto. Mas nem sempre foi assim, antes o Rock e suas sub-categorias bradavam aos 4 cantos sua insatisfação com a sociedade em que vivam, ouvir música de rock era considerado coisa de gente “rebelde” e motivo de brigas e discussões.

Hoje nesse cenário pós contemporâneo que vivemos, tão volátil não há mais barreiras claras onde começa uma coisa e onde termina outra, você pode ouvir Michel Teló com uma camisa do Che Guevara enquanto almoça no Mcdonalds e ninguém vai achar estranho. Será que faz algum sentido então ressuscitar as canções que simbolizam a luta contra o regime militar brasileiro de 64? Como instrumento político e engajador talvez não muito, mas como obra de arte e reflexão com certeza

Marya Bravo, figura conhecida dos musicais brasileiros resolveu mexer na caixa de vinis dos cabeludos descolados dos anos 60 e reuniu canções do panteão brasileiro de artistas como Chico Buarque, Ivan lins, Milton Nascimento e Gonzaguinha, mas sai de cena o violão e a percurssão de samba e entra a guitarra distorcida e a bateria no lugar. Uma idéia não exatamente nova, porém executada com muito sucesso. As canções realmente funcionam com a roupagem “rock paulera” dando uma visão mais agressiva e menos ambígua a canções que precisavam ser sutis em suas críticas, ou levariam seus autores a uma conversinha com o pessoal do DOPS.

Compre: Itunes

Baixe: Mirrorcreator

Goma Laca – Afrobrasilidades em 78 RPM

A curadoria Ventiladores permanece espalhando música espetacular aos 4 ventos e  dessa vez teremos uma coletânea feita por algumas das figuras brasileiras mais legais que já passaram por aqui.

GOMA-LACA é um centro de investigações dedicado ao universo da música brasileira feita na primeira metade do século XX e registrada nos antigos discos feitos de cera de carnaúba e goma-laca que giravam a 78 rotações por minuto. Idealizado por Biancamaria Binazzi e Ronaldo Evangelista que começaram a fazer um trabalho incrível de resgatar e catalogar todo um acervo que estava em risco de desaparecer com o tempo e ainda juntar diversos nomes da MPB atual para reinterpretar diversos clássicos e contar novamente essas histórias que juntam Brasil e África.


Mais informações: http://www.goma-laca.com

Baixe: Gomalaca

Lucas Santtana – Sobre Noites e Dias (tweet post)

O talentoso Lucas Santtana mantém a qualidade de seus discos com o Sobre Noites e Dias, mais experimental que O Deus Que Devasta Mas Também Cura, o novo album é uma demonstração de que o cantor continua agregando novas influências em seu som, mas sua assinatura musical está consolidada.

Compre: Itunes

Baixe:Mirror Creator

Guilherme Kastrup – Kastrupismo

A música brasileira tem suas qualidades e seus defeitos, digamos que nem tudo nessa terra pode-se dizer que é feito com esmero e caímos muito na questão da diversidade sonora dita “popular”, mas não podemos negar que nossa música instrumental é uma das mais fodas que tem por aí, tanto no estilo quanto na técnica. Somos abençoados com artistas como João Donato, Hermeto Pascoal, Moacir Santos, Baden Powell, Antônio Carlos Jobim  entre muitos outros que tornaram-se refêrencias mundias de música de qualidade, mas como eu gosto de dizer para os meus amigos, tudo que é bom feito aqui no Brasil é para exportação, na música não é muito diferente.

Guilherme Kastrup conseguiu fazer uma das obras mais ricas de 2013 e não deixo de pensar que suas composições serão ouvidas muito menos do que merecem, mas estamos aqui para tentar espalhar música boa aos 4 ventos não? isso é Kastrupismo uma viagem à música popular brasileira, conectando o nordeste ao sudeste entre ritmos regionais, sons dos ecossistemas brasileiros e até batidas eletrônicas misturados a instrumentos clássicos. Tudo isso vem da cabeça do produtor e percussionista Guilherme Kastrup que já trabalhou com gente do nível de Chico César, Arnaldo Antunes e Gal Costa e agora lança seu primeiro disco autoral sem participações mirabolantes, mas de um olhar clínico de quem já faz seu ofício há muito tempo e tem uma relação íntima com a  música, sabendo o que quer com cada canção.

Compre:Pagseguro

Baixe: http://guilhermekastrup.com

The Baggios – Sina (tweet post)

Capa Sina

Minha dupla favorita de blues rock do Sergipe lançou em agosto seu segundo disco Sina, isso significa mais rock ‘n Roll brazuca da melhor qualidade, produto que é escasso e portanto deve ser apreciado.  Já cansei de rasgar seda para os caras aqui no blog, você pode ler mais sobre eles Aqui e Aqui, se já conhece os caras continue ouvindo então que Sina é muito bom, equilibrando canções pauleiras com outras mais tranquilas no estilão deles de modernizar o passado e antropofagizar as influências americanas, coisa que muitas bandas esquecem de fazer e acabam sendo pastiches do que é feito lá fora, viva The Baggios e seu jeito único de tocar.

Compre: Loja

Baixe:  Site

Vários Artistas – Mulheres de Péricles

Confesso que só conhecia de nome Péricles Calvancati e o projeto só me chamou atenção pelo naipe das mulheres que cantariam suas canções, figuras que perambulam os posts do Ventiladores como Karina Buhr, Tulipa Ruiz e CéU. Logo pensei – “Coisa Boa tem aí”, resolvi dar uma ouvida e confirmei minhas suposições ao ver a qualidade dos arranjos e as belas letras de Péricles.

Claro que por ter uma vasta diversidade de cantoras nem tudo é ouro, mas sem grandes dificuldades os momentos bons superam os ruins, apresentando a obra do cantor às novas gerações com uma embalagem que caminha entre o pop,rock, blues e a MPB escolhidas a dedo por sua filha Nina Calvanti porém dando total liberdade para as intérpretes e as bandas de fazerem  as músicas soarem frutos autênticos de cada cantora, um mero empréstimo e homenagem saidos da cabeça do DJ Zé Pedro, grande fã do trabalho de Calvanti e o melhor de tudo deixou disponível o download do album na faixa no site.

Baixe:Aqui

link retirado do site http://www.mulheresdepericles.com/

Vários Artistas – A Tribute To Caetano Veloso

Caetano completou 70 anos em agosto e agendado para a comemoração estava o lançamento dessa coletânea de canções do homem interpretadas por vários artistas (nacionais e internacionais) e como vão ficando coisas pendentes para serem postadas no blog devido a meu déficit de atenção ser comparável ao de um peixinho dourado, só estou postando-o em outubro. mas o importante é que ele entrou para o rol de post do ventiladores.

Os artistas são bem diversificados indo de latinos, anglo-saxões a brasileiros, assim como as canções escolhidas que valorizam as mais desconhecidas do baiano, ou seja não vai agradar a todo mundo, mas ao mesmo tempo também serve como porta de entrada para outras composições de Caetano que nem preciso dizer que possui um repertório riquissímo.

Os destaques ficam para Luisa Maitá com sua ótima versão para Trilhos Urbanos, Miguel Poveda (Força Estranha) e Chrisse Hynde com o projeto +2 cantando Empty Boat.

Ouça:

 

Compre: Itunes

Baixe: Rapidgator