Amabis – Memórias Luso/Africanas

Gui Amabis 35 anos, músico e produtor, casado com a espetacular CéU, autor de trilhas sonoras que vão desde cidade dos homens até Senhor dar Armas e ainda produtor do coletivo Sonantes. Mas por que começar de maneira tão “sobre o autor”? minha explicação encontra-se na particularidade do conteúdo do album.

Como o nome já diz: são memórias de Amabis, mais particularmente um apanhado de suas origens portuguesas e africanas. E como um árvore genealógica que passou por um processo de recortar e colar, são apresentados ao ouvinte ao longo do album sons e relatos invocando pensamentos nostálgicos, que deveriam ser exclusivos do autor, mas através de uma excelente utilização de efeitos como o som de rádios antigos,  a sensação de ouvir um vinil dos anos 50 ou o tom cerimonial de canções remetem sempre a ações distantes e passadas, quase que indefinidas temporalmente.

O disco, apesar do tom auto-biográfico e de Gui Amabis cantar e tocar muita coisa, ainda é cheio de participações de peso e agregadoras. Temos obviamente a mulher CéU em Swell, Doce Demora e Fim de Tarde, mas não para por aí, temos o rapper e agora cantor Criolo que em Para Mulatu parece até um Milton Nascimento cantando , Lucas Santtana e Tulipa Ruiz também não fazem feio no disco que ainda contém colaborações na bateria de Curumin. Um album introspectivo que é díficil de definir, temos um tom de jazz, samba, bossa nova bem melancólica e músicas tradicionais tanto africanas como portuguesas mas que ao escutar não é nada disso. vale a degustação com calma.

Ouça :

Baixe: Amabis

Moreno + 2 – Máquina de Escrever Música

Andava adiando fazer esse post, mas… lá vamos nós como dizia o desenho.

Como é uma série de 3 albums interligados vou começar explicando esse +2, Moreno, Domenico e Kassin são 3 grandes amigos músicos, que resolveram fazer um projeto mas, ao invés de condensar as idéias em um album, cada um fez um album bem autoral com seu estilo próprio e com a colaboração dos outros 2, dái o tal +2 (thanks mr obvious).

O primeiro a ser lançado foi o de Moreno Veloso, sim filho do baiano ilustre, supondo que ele aprendeu com um mestre ele já sai na vantagem e como seu pai, compõe nas 3 grandes linguas: inglês espanhol e claro português, mas ele procura se ater as composições na lingua materna, com resultados muito bons.

O som é aquela mistura de MPB difícil de se caracterizar, temos muita influência de funk,  jazz e de música latina/cubana, com um toque experimental de violão + voz (entre o chorinho e a bossa), mas também há espaço para a guitarra e para a batida africana, do olodum ao maracatu e claro uma nova Tropicália que mistura efeitos eletrônicos na mistura.

Na opinião desse que vos fala, do projeto  ele ficaria com o segundo lugar, excelente album, extremamente criativo e omais bem nivelado na qualidade das faixas.

Compre: Amazon

Baixe: http://www.4shared.com/get/qCXSXl-2/Moreno_Veloso_2.html

Ouça: Grooveshark  Arriverdeci/Eu sou melhor que você/Para Xó

Nouvelle Vague – Nouvelle Vague (French Posts)

Resolvi fazer um apanhado de Artistas franceses daí você me pergunta por que? Bom não há um porque, simplesmente ando pensando demais então ouvia um Nouvelle Vague e pensei: “Porra esses artistas franceses são muito bons, o melhor que faço é postar alguns deles no blog”

Daí lembrei que já postei os franceses do Phoenix então não é exatamente o primeiro post do tema e nenhum dos dois cantam em francês WEIRRD.
O que temos em mãos dessa vez é um projeto (DE NOVO!) de dois musicos malandrões que resolveram pegar várias vocais femininos (que inclusive deslancharam carreiras solos) e fazer covers de músicas de artistas famosos dos anos 80 como Joy Division, The Cure, Depeche Mode entre outros. O importante são as interpretações das garotas, cheias de malicía e aquele charme frânces característico, tudo isso na levada da bossa nova “europerizada”: menos gingada e mais lasciva que a velha bossa.
Nouvelle Vague ou Nova onda traz você para o mundo do chanson do séc XXI: cantado em inglês e sem pudores na escolha das músicas, fazendo canções de reflexão, de protesto ou mesmo de insanidade virarem massagem sonora para seus ouvidos.

Compre:http://www.amazon.com/Nouvelle-Vague/dp/B0007YMVOW/ref=pd_sim_m_3
Baixe: http://thepiratebay.org/torrent/3599204