Boogarins – As Plantas Que Curam

De vez em quando estou vasculhando as profundezas da cena musical belga, ou a última sensação neozelandesa quando uma voz na cabeça me diz: “Ei que tal dar uma olhada ao seu redor pra variar? em terras mais próximas e amigáveis.”

Mas o Boogarins parece que segue a lógica oposta ao meu pensamento, é apreciado mais lá fora do que em sua própria terra. Caíram nas graças do Pitchfork e foram comparados à Tame Impala e Foxygen da nova geração, além das influências bem claras de rock sessentista de preferência bem lisérgico que vai de Os Mutantes à The Beatles, num som bem polido pra um primeiro disco, porém com uma mixagem a deixar desejar, o que é o menor dos problemas já que o talento dos caras é inegável e eles ainda tem muito o que mostrar.

A parte diferenciada deles vem do clima bucólico brejeiro que as canções tem, soando hippie caipira mas do Brasil mesmo, não o bluegrass que normalmente é associado ao rock caipiresco o que me lembra um pouco  Supercordas e o Ventania dois artistas de uma já mais longa tradição lisérgica que não alcançaram o mesmo reconhecimento, talvez por falta de orçamento para um clipe legal como o single Lucifernandis e aquela coisa de estar no lugar certo na hora certa que foi na mosca com o Boogarins.

Infelizmente são só 6 músicas em As Plantas Que Curam para ouvirmos, mas uma rápida busca no youtube revela outras canções muito boas da banda como Doce, Olhos e Paul e o que me parece ser outro positivo da banda, suas apresentações ao vivo são bem fodas, vale a pena ficar de olho na banda.


Compre:Amazon

Baixe: The Piratebay

Um comentário sobre “Boogarins – As Plantas Que Curam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s