Maquinado – Mundialmente Anônimo

O negócio é que 2010 foi o ano do Brasil em relação a produção de música boa, os fãs de polka romena me desculpem, mas é FATO, o cenário musical brasileiro nunca foi tão interessante nos ultimos sei lá 15 anos. Finalmente essa jossa chamada Brasil reaprendeu a fazer música de qualidade. Sem desmerecer os artistas bons que tivemos no meio do caminho, mas eles nunca foram tão numerosos, e tão anônimos, ( ha! piadinha estupida com o titulo do album) sim o cenário indie é um dos principais motores dessa onda de música de qualidade. E nada como um dos precursores dessa revolução sonora, Maquinado (ou Lúcio Maia) guitarrista da Nação Zumbi para introduzir esses artistas brasileiros.

O Problema ou Solução é que fica cada vez mais dificil de rotular esses caras, a orgia sonora é grande e não respeita nenhum limite imposto pelo homem. Não há mais uma vertente sonora que se pode relacionar a  um grupo, como dizia aquela música do Planet: “eu pego o rock, rap, harcore, eu pego o ragga, misturo a porra toda e continuo a minha saga” mas você pode adicionar uma porrada de coisas: dub, samba, manguebeat, maracatu, fica a gosto do cliente.

Maquinado seria uma colagem de ritmos, mais fácil assim. E porquê você deveria ouvir essa bagunça? Pensei em explicar as faixas pra te induzir a ouvi-lô, mas acho que ninguém ia ler um texto de 15000 caracteres. Então vou usar dos subterfúgios da critica especializada, que dizem que é um dos melhores albums de 2010 (não que esses caras sejam confiáveis) mas é realmente dificil explicar um album tão variado, vamos só dizer que Maquinado é conhecido como o Jimi Hendrix brasileiro, tá bom pra você?

Ouça no Trama o primeiro album dele : http://tramavirtual.uol.com.br/artistas/maquinado

Baixe: http://www.maquinado.com.br/ de graça, sem necessidade cadastro nem porra nenhuma só passar o mouse onde está escrito magnético, disponibilzado pelo próprio artista e ainda com extras encontrados só no link do site \o/.

Um comentário sobre “Maquinado – Mundialmente Anônimo

  1. Pingback: Combo X – A Ponte | Ventiladores'

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s