Curumin – Japan Pop Show

De tempos em tempos surgem grandes compositores e grandes instrumentistas, de muito tempo em muito tempo surgem caras que conseguem unir essas 2 qualidades. Curumin é o ultimo representante dessas pessoas  muito especiais, Toca muito na bateria e compõe como grandes nomes da MPB, mas como o pequeno indio diz: ” não vou ficar marcando toca que a maldade corre solta” e ir logo pro segundo parágrafo.

Curumin é um paulista comum, torcedor do corinthians (tocou inclusive na gaviões da fiel), apaixonado por futebol e música, começou desde bem pequeno a tocar bateria e montar bandas de garagem. O cara cresceu ouvindo Jorge Ben, Tim Maia, rock, funk (o gringo não o carioca, apesar do carioca também influenciar seu som) e depois passou a ouvir hip hop, coisas no estilo de Run DMC e N.W.A. e se aprofundou na MPB brasileira, dos mestres Gil e Caetano.

Tá Beleza, muito legal saber do passado wikipediano dele, o que importa é esse album aí e o anterior por um motivo simples o album Achados e Perdidos do Curumin chamou atenção dos caras do blackalicious: grupo de hip hop respeitadissimo que passava pelo Brasil em turnê. Daí o cara caiu nas graças da gringaiada, sendo citado no New York Times e o escambal e incorporado no Quanntum Projects que é um coletivo de hip hop que serve como selo pra divulgar novos nomes do genêro. mas por que não postar esse album então já que ele é já super conceituado? por que o Japan Pop Show consegue ser ainda melhor.

Japan Pop show é a prova de que uma produção bem feita faz uma tremenda diferença, mas diferente do que se faz hoje, que é transformar o artista em um produto,a produção tá lá de maneira a aparar as arestas das canções, para o resultado ficar perfeito, aquilo que faltou em Achados e Perdidos.O Japan Pop Show é cosmopolita sem perder a identidade brasileira: os ritmos nordestinos mesclam-se ao samba de raiz e ao sotaque paulistano do cara.

O album abre tirando sarro de algum desenho japonês (salto no vácuo com joelhada) uma mistura insana de Jazz, caixinha de música (aquelas de dar corda sabe?) e uma batida eletrônica no melhor estilo beastie boys  e só vai ficando melhor. Com participações de B Negão,  Lucas Santtana em caixa preta, guitarras do Instituto em magrela fever minha favorita, além dos próprios caras do Blackalicous em Kyoto e não posso esquecer do hit Mal Estar Card tirando sarro do slogan da empresa.

Chega de comentários desnecessários, porque como você sabe, no Ventiladores o que prezamos é a música então dado que este album é simplesmente excelente vá ouvi-lo, caro companheiro  de polegar opositor.

Compre:Amazon

Baixe: Torrentreactor

Link alternativo: Aqui

Ouça:Compacto / Magrela Fever / Mal Estar Card

2 comentários sobre “Curumin – Japan Pop Show

  1. Pingback: Amabis – Memórias Luso/Africanas «

  2. Pingback: Curumin – Arrocha « Ventiladores'

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s